7.19.2006

Finalmente de férias!

Esquisita esta sensação do nada fazer... Quando se tem algo para fazer, não se tem vontade de o fazer, e quando não há obrigatoriedade (pelo menos moral) no fazer, tem-se vontade de arranjar algo para fazer. Compreendem o meu dilema? Desde ontem que fiquei liberta dos meus deveres académicos que tanta paz de espírito me roubavam e hoje sinto-me angustiada, como se tivesse algo de importante para fazer e me estivesse a descomprometer. Mentes complexas estas... Como é estranho faltar-me apenas 1 ano para terminar o curso, quando me sinto completamente inapta e ao mesmo tempo inadaptada ao mundo do trabalho. O cenário do que está para vir é tão obscuro e pessimista, que quando penso no futuro fico como que paralizada. Vejo-me a sair da faculdade, curso completo, roupa nova, sorriso aberto, e depois disso o que é que está para vir?
Bang! Vácuo mental...

Que raio de pensamentos estes para início de férias. Nem máquina fotográfica tenho para captar aquilo que a arte consome de mim.

Se ao menos tudo fosse tão simples como moldar um arame e dar-lhe forma, luz e graça.

7.10.2006

Mesmo sem máquina...

... lá consegui tirar uma fotografia com a webcam, que lhe deu um aspecto meio terrível, mas ainda dá para mostrar mais ou menos.
Assim sendo, passo a explicar: tinha aqui em casa uma placa de alumínio, já há bastante tempo, para fazer algumas experimentações. Num momento de tédio, em que a última coisa que me apetecia fazer era continuar a estudar, resolvi inventar este anel. Ficou meio tosco pela falta de destreza com este material, mas serviu para ficar com vontade de melhorar os próximos projectos :)

7.01.2006

Pregadeira Abstracção

PR019

Mais uma abstracção total que, claro, só me podia sair da cabeça enquanto tento ser criativa e ver programas de televisão ao mesmo tempo...