4.30.2012

Inspiration Monday

Olá a todas(os)! Como é que vos correu esta segunda-feira? Espero que bem, até porque não há nada melhor do que uma segunda-feira em véspera de feriado! Aqui estão as minhas inspirações para esta semana e espero que gostem! Amanhã vou gastar o resto do rolo de filme que tenho na Yashica, por isso espero regressar em breve com fotografias bonitas.

Hi everyone! How did this monday go for you? I hope it went well, even because there's nothing better than a monday before a holiday! Here are my inspirations for this week and I hope you'll like them! Tomorrow I'm going to spend the rest of the roll of film on my Yashica, so I hope to be back soon with pretty photos.

1. These illustrations by Charlotte Apers

2. Soft, contemporary porcelain by Urban Cartel (I want them all!)

3. Smiling over Erin Young's beautiful film photographs

4. The coolest hand painted jewelry by foudre blanche

5. Discovering stylish new blogs like Love Aesthetics

6. And more amazing ceramic work by Villarreal Ceramics

7. This apartment! Guess where? In Sweden, of course! (found via Stadshem)


 ♥

4.29.2012

Spring sale


Só quero recordar-vos de que a loja continua em saldos. Podem usufruir de 20% de desconto em todos os produtos usando o código SPRING01. Tenham um óptimo domingo!

I just want to remind you that the shop is still having a sale. You can enjoy a 20% discount on all products just by using the code SPRING01. Have a great sunday!

4.28.2012

A visit on friday, part III


Depois de sair do jardim botânico, ainda tive tempo de visitar mais uma exposição, desta vez focada na obra de Fernando Bronze, um pintor que viveu muitos anos em Almada e que eu desconhecia por completo, o que não é de admirar. Apesar de ter gostado muito das obras expostas, fiquei igualmente encantada com o espaço (admito que, numa primeira fase, passei mais tempo a olhar para o tecto em madeira do que para os quadros). E termina aqui o meu passeio de ontem. Se tudo correr bem, terei mais fotografias para mostrar-vos do jardim botânico, mas ainda tenho que gastar algumas fotografias do rolo.

Em género de conclusão, digo-vos o seguinte: não esperem tanto para visitar as preciosidades que podem estar só ao virar da esquina. Até o jardim do vizinho pode parecer um jardim botânico, até uma instalação eléctrica pode parecer uma obra de arte contemporânea. Tudo está ao alcance de um olhar.

After leaving the botanical garden, I still had the time to visit one more exhibit, this time focused on the work on a local painter that lived in my city - Almada - for many years, and of whom I've never heard of (not surprising at all). Even though I really liked his work, I was equally in love with the space (I admit that, initially, I spent more time looking at the wooden ceiling than the paintings). So here ends my walk yesterday. If all goes well, I'll have more photos to show you from the botanical garden, but I still have a few more to spend from the roll.

In a kind of conclusion, here's what I tell you: don't wait so long to visit the precious things that can be just around the corner. Even your neighbour's garden may look like a botanical garden, even an electric instalation may look like a contemporary work of art. Everything is within a glance's reach.

A visit on friday, part II


Para minha sorte, cruzei-me com a exposição "A Magia da Polaroid", que mostra as máquinas mais antigas até às últimas que se produziram. Fotografia à parte, é impossível não admirar estas máquinas enquanto exemplo perfeito de que o estilo também se usa. Se já tinha vontade de comprar uma, esse desejo foi ainda mais reforçado depois desta exposição.

Much to my luck, there was an exhibition of Polaroids, from the oldest to the last that were produced. Photography aside, it's impossible not to admire these machines as the perfect example of usable style. If I already had a desire to buy one, that was greatly enhanced after this exhibit.

4.27.2012

A visit on friday, part I


Hoje visitei a Casa da Cerca - Centro de Arte Contemporânea pela primeira vez. Como é que eu demorei tanto tempo a fazer isto é algo que ainda me intriga, mas o que é certo é que fi-lo finalmente, e valeu a pena. Para além de albergar várias pequenas exposições e actividades ao longo do ano, a Casa da Cerca também tem um jardim botânico lindíssimo, onde passei a maior parte do tempo a tirar fotografias com a Yashica. Convém também referir que tem uma vista de Lisboa que é de cortar a respiração! É, definitivamente, um sítio onde vou começar a passar mais tempo. Ah, e é gratuito!

Today I visited a local Contemporary Arts Center for the first time. How it took me so long to do this is something that still puzzles me, but I finally did it and it was worth it. Besides housing many small exhibitions and activities throughout the year, this place also has a lovely botanical garden, where I spent most of the time taking pictures with the Yashica. And it also has a breathtaking view of Lisbon! It's, definitely, a place where I'll start to spend more time. Oh, and it's free!

Today's randoms


A Lisboa de Amália em Almada, parte da fachada de um antigo cinema e duas bolas de gelado da melhor geladaria da cidade. Isto tudo depois de ter feito uma visita a um sítio lindíssimo onde (estupidamente!) nunca fui e que fica a 25 min. a pé da minha casa. E, claro, há mais fotografias!

A cute graffiti, part of the facade of an old movie theater and two scoops of ice cream from the best ice cream shop in the city. All of this after I made a visit to a gorgeaus place I've never (stupidly!) been and is just 25 min. on foot from my house. And, of course, there are more photos to come! 

4.26.2012

Inspiration plus


Ontem, na minha visita diária a este blogue, descobri o trabalho da fotógrafa Idha Lindhag e perdi-me de amores, principalmente pela sua fotografia de interiores. Fez-me pensar, mais uma vez, na vontade que tenho de passear, de máquina fotográfica em punho, em casas de conhecidos e desconhecidos e registar espaços, objectos, ambientes.

Yesterday, on my daily visit to this blog, I found out the work of photographer Idha Lindhag and fell in love, especially with her interior photography. It made me think, once again, of my desire to wander around other people's houses with my camera in hand, registering spaces, objects, atmospheres.