2.23.2006

Swing para lá, swing para cá


Xii quando oiço a Sarita meu deus.. Bate uma nostalgia no peito.. uma saudade do bem que sabiam aqueles dias quentes e húmidos de chuva cheirando a terra molhada.. o som dos batuques ao longe.. as vozes mínimas para expressar tanta efusão de viver.. Sinto falta do sol, da noite escura e repentina das 6 da tarde, da relva nos pés, do nevoeiro da manhã, do sorriso doce e atrevido dos muanas, das máscaras (mussiro) na pele das mulheres.. Tschi acho que sinto falta de tudo, até do que não era tão bom. Ensinou-me a pensar sobre o mundo, a ver mais além do que carros a crédito e leitores de dvd's a prestações..

Quando oiço a Sarita todo o meu corpo é movimento.. Todo o meu corpo é África.

1 comment:

  1. olha que coisa mais linda!! Essa foto faz-me lembrar alguma coisa, eheh.
    felizmente tenho sorte de sentir tudo isso e aproveito tuuuuudo, tudinho mesmo.
    uahuha aparece ca nos africa pah!

    ReplyDelete

Obrigada pelo comentário! Thanks for your comment!