9.16.2007

No mato me escondi

Não foi mesmo no mato que me escondi. Mas no mato gostaria de me ter escondido. Tive vontade de me esconder dentro de mim, e recomeço agora a voltar ao estado de espírito de sempre. São fases que nos assolam, que chegam sem avisar, que parecem não ter explicação, mas que também nos fazem bem.

Assim, regressada estou.

1 comment:

Obrigada pelo comentário! Thanks for your comment!