9.21.2008

Duas irmãs


A casa das irmãs Maria do Rosário e Leonor cheira a mofo e alfazema, e a histórias de vida dissipadas em livros e fotografias emolduradas nas paredes.

Todos os fins de tarde, as duas irmãs solteiras e já octagenárias, vestem luvas brancas e bebem chá de camomila, honrando as memórias dos melhores salões de chá londrinos, que frequentaram em épocas de compras sazonais.

Quando jovens, arrebatavam corações de poetas e filósofos que, ao vê-las passar frente ao Majestic, escreviam poemas e prosas devotas e fervorosas.

Gostam de falar de antigos namorados, e riem como as meninas que um dia foram. Do gato preto - o Balzac -, dizem ser o único "homem" por quem se afeiçoaram verdadeiramente.

4 comments:

  1. que história deliciosa! :)

    ReplyDelete
  2. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  3. I N Ê S,
    dá-me gosto ver-te escrever estes comentários tão, tão descritivos k parece k os estamos a visualizar!
    ÉS ESPECTACUALR, MAS MESMO, OK???

    Bjokas, Idalina *****************

    ReplyDelete

Obrigada pelo comentário! Thanks for your comment!